Xadrez Verbal

Xadrez Verbal #175 Adeus Sánchez

OUÇA O PODCAST

O governo espanhol caiu! Pela segunda vez no tempo de existência da sua revista semanal de política internacional em formato podcastal! Pedro Sánchez desagradou a direita ao conversar com os separatistas catalães. E desagradou os catalães também, ao não atender todos seus pedidos. Não conseguiu aprovar o orçamento, jogou tudo pro alto e convocou novas eleições gerais, que provavelmente vão resultar numa coalizão mambembe. E mais algumas notícias sobre a Europa.

Claro que voltamos para a Venezuela, onde Guaidó e Maduro continuam sua queda de braço, cada um com seus apoiadores internacionais, agora com a caravana de ajuda humanitária e mortes na fronteira com o Brasil. Além de passarmos pela América Latina, fomos aos EUA, já que Donald Trump declarou emergência nacional para construir o muro na fronteira Sul.

Posts Relacionados

12 comentários em “Xadrez Verbal #175 Adeus Sánchez”

  • Jefferson Prado disse:

    Olá camaradas, muito bom ter vocês de volta após uma semana sem Xadrez Verbal.
    Eu estava muito ansioso pelo programa de hoje justamente pela questão que o Matias lamentou no finalzinho; o fechamento da fronteira entre Brasil e Venezuela. Muito lamentável essa crise toda, porém o que eu acho ainda mais penoso é a posição militante de grande parte da mídia. Gostaria de parabenizar mais uma vez pela perspectiva pragmática, embora eu tende a acreditar que o que está acontecendo seja uma escalada imperialista estadunidense e que diante disso, os problemas internos da Venezuela deva ser tratado em outra esfera e que a defesa da soberania venezuelana é uma questão moral.

    Senti falta de uma analise da reforma da previdência ou de como o mundo está vendo essa nossa reforma. É um pena que não tenha um Xadrez Verbal doméstico, rs.

    Abraços fraternos.

  • Gabriel Moraes disse:

    Olá Matias e Filipe! Quero agradecê-los pelo maravilhoso podcast e por sempre deixarem minhas partidas de Civilization VI mais interessantes.

    Um forte abraço.

  • Vladmir Sicca disse:

    O roubo da água de iceberg me lembrou de uma outra história que contaram aqui no Canadá de uma quadrilha que roubou um depósito de xarope de maple uns anos atrás (2011/2012) (a história é parecida, tinha um depósito com uns reservatórios, a quadrilha esvaziava, colocava em um caminhão e enchia de novo com água, descobriram depois de um ano o que tinha acontecido).

    Tem até página na Wikipédia (https://en.wikipedia.org/wiki/Great_Canadian_Maple_Syrup_Heist), segundo a qual a carga foi estimada em mais de C$ 18 milhões, sendo o maior roubo industrial da história do Canadá. Os bandidos revendiam a carga aos pouquinhos para distribuidores de xarope de maple (o que aqui significa meio que todo mundo) como se fosse legítima.

    • Oi! Queria dizer que adorei seu comentário, porque fui ler a página na Wikipédia e acabei indo parar na série daquele serviço de streaming sobre o assunto (“Dirty Money”, Temporada 1, Episódio 5). Na verdade acabei vendo a série inteira – cada episódio é sobre um tema, e todos dão muita raiva – e recomendo demais!
      P.S.: Em português, “maple” chama-se “bordo” ou “ácer” (mas esse último na verdade é um galicismo)

  • Bom dia, de forma meio tardia gostaria de confirmar uma polemica by Wikipedia.

    Lá é atribuído ao dia 28/02/1991 o fim da guerra da primeira guerra do Golfo, tal informação é correta a dúvida vem pois tal data bate com o meu nascimento, essa informação sempre foi meio confusa ao que eu pesquisei, bom não sou historiador então não acho que devo ter utilizado de fontes boas para tal, afinal a graduação de direito não é famosa por gerar bons pesquisadores.

    não poderia deixar de dar os parabéns pelo excelente programa que me permite trabalhar sendo muito bem informado sobre politica externa.

    Grande abraço

  • Salve, Matias
    Antes de mais nada, parabéns pelo trabalho realizado na Central3, especialmente no Xadrez Verbal.
    Procurei suas recomendações de cidades na Argentina mas não consegui achar por não saber como escrever os nomes. Falo do final do último programa, quando estava falando da região de Jujuy, qual foram as cidades que você recomendou a visita?
    Obrigado.

  • boa tarde faltou a menção ao dia 28/02/1991 fim da primeira guerra do golfo
    (e se possível me manda um parabéns, é meu nascimento também) grande abraço

  • Thales Bandeira disse:

    Olá, pessoal! Muito obrigado novamente pelo episódio! Meus pais e irmã até já estão ouvindo.
    Sobre o uso de animais na medicina chinesa –
    Não é reconhecido já a anos o uso de animais na área médica chinesa. O que esse pessoal está fazendo é totalmente absurdo. Sou médico formado em São Petersburgo (abração pro Vitor que comentou o último episódio sobre os gatos de São Petersburgo), e faço residência em neurologia aqui na alemanha. Um dos meus orientadores é da unifesp e se formou em medicina tradicional chinesa em Pequim. Em nenhum momento ele comentou comigo o uso de animais. E quando fui a conferência internacional de medicina chinesa na russia no ano de 2013 ou 14se não me engano, tbm foram feitos comentários sobre o repúdio a esses usos de animais com o nome de medicina tradicional chinesa.
    Forte abraço!

  • Não sei se leram sobre o acontecido, mas, coincidência ou não se aproximando das eleições, o Primeiro Ministro israelense Netanyahu declarou num comentário no Instagram que Israel não seria um Estado para todos os seus cidadãos, em resposta aos comentários da atriz e apresentadora de tv israelense Rotem Sela, que disse que os árabes, a comunidade LGBT e os “esquerdistas” também seriam cidadãos israelenses após os comentários do ministro da cultura Miri Regev que condenavam coalizões com partidos árabes, o que gerou repúdio por parte da atriz Gal Gadot e até do presidente de Israel, Reuven Rivlin, que sem citar nomes classificou os comentários sobre os árabes israelenses como inaceitáveis.
    O clima está ficando tenso conforme aproximam-se as eleições…

Deixar um comentário para Vladmir Sicca Cancelar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>