Medo e Delírio em Brasília

Ano que vem

OUÇA O PODCAST

Ano que vem // Não tem carnaval // Nem perna de pau // Não tem ninguém // Nem nada // Ano que vem // É só expectativa // Adversativa condição // Frente insistente de presente // Carente de futuro // Suspensão // Tem um porém // Meio irracional // Sem prova cabal // Convém a alegação // De que a vida sempre tem continuação // Ano que vem // Não importa quando seja // Abro uma cerveja e vou pra rua celebrar // Ano que vem é uma ideia, é uma crença // Antes do que você pensa o carnaval há de chegar

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>