Paddockast

F1 2020: HAMILTON vacila – tudo sobre o GP da RÚSSIA de Fórmula 1 | #Briefing

OUÇA O PODCAST

Lewis Hamilton tinha tudo para igualar o recorde de vitórias de Michael Schumacher na Fórmula 1 neste domingo de GP da Rússia. Mas a jornada para o hexacampeão do mundo em Sóchi começou a ser decidida antes mesmo da largada. Na saída dos boxes para alinhar no grid de largada, o britânico da Mercedes fez uma simulação de largada em local não designado pela direção de prova.

Os comissários da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) observaram duas infrações e, portanto, aplicaram duas punições de 5s cada. Assim, a vitória 91 ficou adiada por pelo menos mais duas semanas.

E Valtteri Bottas, com uma Mercedes que segue imbatível na Rússia, não teve dificuldades para voltar a vencer, o que não acontecia desde o GP da Áustria, prova que abriu o campeonato em 5 de julho.

Max Verstappen fez o possível com o carro que tem às mãos e cruzou a linha de chegada na segunda colocação com a Red Bull. Restou a Hamilton se conformar com um lugar no pódio para finalizar em terceiro.

Sergio Pérez, com a Racing Point, conseguiu seu melhor resultado do ano e terminou em quarto, logo à frente de Daniel Ricciardo, da Renault. Charles Leclerc, em uma jornada heroica com uma Ferrari claudicante, foi o sexto, à frente da outra Renault, de Esteban Ocon.

Daniil Kvyat, com a AlphaTauri, fez boa corrida para fechar em oitavo, à frente do companheiro de equipe, Pierre Gasly, e de um apagadíssimo Alexander Albon, com o segundo carro da Red Bull.

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>