Judão #109 Pantera Negra

OUÇA O PODCAST

Pantera Negra já fez e está fazendo história, do cinema e da cultura pop. Um fim de semana nos cinemas e o filme se tornou um dos cinco a conseguir superar a marca de US$ 200 Milhões em bilheterias domésticas nos primeiros três dias — o segundo da Marvel Studios — e ultrapassou Star Wars: Os Últimos Jedis* como a maior estreia em fim de semana de quatro dias, com US$ 242 Milhões. Somente Star Wars: O Despertar da Força na sua frente.

Depois desse filme e daquele outro chamado Mulher-Maravilha, parece (assim só dá a impressão, né?) de que por mais que racistas, misóginos e demais pessoas horríveis façam campanhas pra MINAR a pontuação de público em agregadores como o Rotten Tomatoes e Metacritic e insistam em tentar diminuir a importância dessas histórias, há um lado vencedor — justamente o lado que conta histórias progressistas, inclusivas, egualitárias.

Pra falar disso tudo (incluindo Killmonger, Shuri e a inexpressividade do Daniel Kaluyia, além de obviamente comparar com Liga da Justiça), recebemos no Estúdio Manoel Garrincha da Central 3 os jornalistas André Morelli e Toni Santos, que ao lado do Thiago Cardim e do Borbs concordaram que Pantera Negra pode nem ser o melhor filme da Marvel Studios mas é, sem dúvida, o mais importante. 🙂

Aperte o play pra ouvir a conversa!

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>