Muito Mais Do Que Futebol

Muito Mais do que Futebol #001

OUÇA O PODCAST

Chegamos! Ouça Mauro Cezar Pereira, Lucio de Castro e Leandro Iamin no episódio inaugural do “MMDQF”. Nele a gente fala sobre a bagagem estrutural e intelectual de técnicos brasileiros, debate os finalistas da Champions League e a força de uma camisa, e analisa o pouco inspirador Flamengo, o brasileiro classificado na Libertadores que mais sofreu.

Posts Relacionados

41 comentários em “Muito Mais do que Futebol #001”

  • Arthur Nunes Andrade disse:

    Boa tarde,

    Muito obrigado central 3 por um programa desse.

    Meu malvado favorito em formato de podcasts.

    Saudações Rubro Negras

  • Rodrigo Freitas disse:

    Que baita golaço da Central 3. Lúcio de Castro está fazendo o papel de enciclopédia brasileira do futebol. O Mauro é o tapa na cara da mediocridade nacional. Parabéns

  • Matando as saudades da Espn raiz!!! Quando havia vida inteligente nas mesas redondas, hj em dia tá difícil… a excessão é o Linha de Passe!
    Parabéns à Central 3 que nos fornece o Trajano, Dudu e agora o Mauro e o Lúcio…é a resistência da inteligência sobre as piadinhas, gritaria e mau jornalismo. Vida longa!!!

  • O Tottenham só ganhou por insistência do jogador Lucas, e os Holandeses tal como a seleção brasileira de 82 jogou bonito e todos desejaram que aquele time fosse campeão, muitos até choraram com aquele ideal de futebol, porém fracassou. não existe perfeição nem no “FUTEBOL” ponto.

  • André Diogo disse:

    O primeiro programa já foi ótimo! Apesar de adorar as análises de campo e bola desses dois monstros, pra mim, o maior valor é essa discussão extra campo. O paralelo do Lúcio de Castro sobre investimento em educação no Brasil no período Castelo Branco e o reflexo entre os treinadores foi uma aula de contexto histórico e também atualidade.

    Sigam firme na luta. Parabéns também a Leandro Iamin, sempre brilhante na condução dos programas da casa.

  • Parabéns pela iniciativa em meio à crônica aridez em torno da discussão do que propõem no universo de nossa mídia esportiva. Trabalhei no ‘esporte’ da Rádio Globo/Rio entre 1977/1981 e, à época,
    malgrado a presença fora da curva de um João Saldanha na equipe de Waldir Amaral e Jorge Curi, as análises mais ‘profundas’ cingiam-se, via de regra, ao tipo de sunga de Zico e/ou Roberto Dinamite (rsrs). Editor do ‘Esporte no Ar'(das 20h30, seg./sáb.), decidi, de ‘motu próprio’, redigir um minicomentário, na abertura do
    programa, sobre questões intestinas – e assim malcheirosas – da então CBD do almirante Heleno Nunes. Fui chamado às falas na sala da chefia, lá no 4° andar da rua do Russel, 434, e instado (sem ameaça de demissão, a bem da verdade), a não mais voltar ao tema. Quando me deparo com a proposta em curso, tão caras, em particular, ao perfil do Mauro e do Lúcio, depreendo que há uma luz no fim do túnel da permissividade vigente em nosso meio esportivo tão prenhe de falcatruas de toda ordem. Sucesso! Abrs. Antônio Manoel GÓES/Rio(RJ).

  • Emerson Aristides Martins dos Santos disse:

    A discussão sobre a qualidade intelectual dos treinadores brasileiros merece uma reflexão mais aprofundada mesmo. Quase todos são educadores físicos, e como o pé-de-obra é vasto, se preocuparam a encontrar apenas jogadores baseados em questões físicas, o que tornou o nosso futebol uma chatice sem tamanho, que ainda acompanhamos por paixão mesmo. Essa preponderância física pode explicar por exemplo os gaúchos terem tanta ascensão.

  • Marcos Silva Moura disse:

    Acabei de ouvir,excelente idéia, saudades dp Lucio de Castro e o Mauro Cezar sempre sem papás na língua, sucesso para o programa,fico na expectativa para o próximo,saudações rubro negras.

  • Ouvindo essa excelente discussão de dois monstros, o tempo passou que nem vi, o programa acabou com gostinho de quero mais, excelente gol de placa da central 03 e que venha mais Podcasts com níveis igual o superior a esse que acabei de escutar.

    Um forte abraço.

  • Walter Montanari disse:

    Sensacional !!!! Mauro cezar e Lúcio de Castro juntos além de ser IMPERDIVEL pelo nível absurdamente alto das análises é um programa obrigatório.

  • Danilo Ramos disse:

    Interessante o ponto de vista do Lucio em relação aos técnicos. Atuo com biblioteca comunitária aqui em Mauá/SP, região do ABC paulista. Tive contato com a CONABIP – Conselho Nacional de Bibliotecas Populares da Argentina. Lá existem bibliotecas populares de 100 anos. Isso se deu a partir da revolução educacional do período do “Sarmiento”, no século XIX. Muito bom ouvir vocês, obrigado!

  • Cassiano Scherner disse:

    Só faltou o PVC e o João Carlos “Canalha” e aí sim…o Bate-Bola Primeira Edição, da saudosa ESPN Brasil está de volta agora no podcast!! Sucesso para vocês!!

  • … dois monstros do jornalismo brasileiro. E eu, idiotamente, consegui ser bloqueado pelo Mauro no twitter… nada mais me entristece do que isso. Mas eu o leio, o escuto toda vez que posso. Lucio outro monstro que nao comenta, ensina… Belissimo podcast… Nao perderei nenhum.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>