SDT Na Bancada #27 De Boedo a Vallecas

Cerca de 100 mil pessoas lotaram a Av. La Plata para comemorar o (início) do regresso do San Lorenzo ao solo sagrado de Boedo, do qual o Viejo Gasómetro foi demolido nos tempos da última Ditadura Civil-Militar argentina. Fomos até Buenos Aires para entender toda essa história de amor por um estádio.

Depois atravessamos o oceano em direção a Madri, no bairro operário de Vallecas, casa do Rayo Vallecano. Fernando Sebastian, membro da Plataforma ADRV, nos fala da batalha travada com a empresa que controla a SAD do clube pelo direito do uso do Estádio de Vallecas pela população local e a equipe de futebol feminino rayista.

Ainda deu tempo de dar uma passada em Brusque, no interior de Santa Catarina, onde Célio Bruns Jr. nos contextualizou sobre a utilização do Estádio Augusto Bauer e o caso da Arena que a Havan pretende construir no Vale do Itajaí.

Posts Relacionados

SDT Na Bancada #26 Copa América

Analisamos o contraste entre o vazio das Arenas e desinteresse do público brasileiro com a festa dos nossos hermanos, escalando uma seleção sudaca para debater o extra-campo do torneio continental mais longevo do Planeta Bola: além dos brazucas Gustavo Mehl e Matias Pinto, somaram conosco o argentino Nico Cabrera, o chileno Pablo Mardones, o colombiano Marco Valderrama, o peruano Ricardo Fernández e o uruguaio Sebastián Chittadini.

Posts Relacionados

SDT Na Bancada #18 O Maraca é Nosso…

A confusão na Final da Taça Guanabara entre Vasco e Fluminense requentou o importante debate sobre a concessão da gestão do Maracanã e, sobretudo, qual é o papel do consórcio nessa bagunça toda?

Irlan Simões e Matias Pinto acompanharam o cruz-maltino Gustavo Mehl na cronologia do Maraca – e dos demais palcos do futebol carioca – e sua relação com a cidade do Rio de Janeiro, e também relembraram as lutas do Comitê Popular da Copa 2014 em conjunto com outras organizações sociais contra a sua privatização.

Posts Relacionados