Travessia

Travessia #108: Decadência

OUÇA O PODCAST

Nada como um sorriso burro e paranoico para não perceber a velocidade terrível da queda. A arte arde, a tarde cai no abismo das esquinas. Chegamos ao limite da água mais funda. Levanto o olhar pro céu. E mesmo o Padre Eterno que nunca foi lá, olhando aquele inferno, vai abençoar. A decadência é o tema desta semana do Travessia, a música brasileira em revista, que traz:

— Jards Macalé e a treva negra sobre os homens tristes, sobre poema de Ezra Pound.
— Caetano Veloso e a decadência física do homem.
— Chico Buarque de Holanda: e mesmo o Padre Eterno que nunca foi lá, olhando aquele inferno vai abençoar.
— Clara Nunes lembra que não adianta estar no mais alto degrau da fama com a moral toda enterrada na lama.
— Geraldo Filme e a decadência do Bixiga e da cidade enquanto se transforma em metrópole.
— Jorge Alfredo e João Santana na suave distopia do derretimento das liberdades no Brasil contemporâneo.
— Cassiano, grande nome do soul brasileiro, e a decadência do pé na bunda.
— Cazuza lembra que tudo parecia distópico no Brasil dos anos 80.
— A queda de Lobão e das gravadoras no fim dos anos 90.
— Thiago Pethit e a estrela decadente.

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>