Xadrez Verbal

Xadrez Verbal #208 Cessar-Fogo

OUÇA O PODCAST

Lenín Moreno voltou atrás em relação ao aumento dos combustíveis no Equador, além disso analisamos a semana no país e na região; crise constitucional no Peru, eleições na Bolívia, debate presidencial na Argentina, Brasil eleito novamente para o Conselho de Direitos Humanos da ONU e uma onda de violência na costa pacífica do México.

Do outro lado do Atlântico, a principal notícia é que foi fechado um novo acordo para o Brexit. Contudo, ele será aprovado? Também passamos por protestos na Catalunha e eleições na Hungria e Polônia.

Finalmente, voltamos ao norte da Síria, onde russos, turcos e o governo Assad saíram fortalecidos, ao contrário dos curdos e EUA.

Posts Relacionados

8 comentários em “Xadrez Verbal #208 Cessar-Fogo”

  • Allen Teixeira Sousa disse:

    Dinossauro tinham penas, o petróleo é feito de micro organismo, a terra é uma esfera quase perfeita, o nazismo é de extrema direita e aquelas ilhas lá são Falklands

  • Antonio Bordallo disse:

    Meu caro Filipe,
    Você disse que húngaro não tem ligaçao com nenhuma outra lingua, porém esta tem ligaçao com finlandês e estoniano (as chamadas linguas fino-úgricas). Era uma mesma tribo na epoca da migraçao, mas uns resolveram ir pro sul e outros pro norte.
    Inclusive rola uns falsos cognatos engraçados entre as linguas. Enquanto PERSE em Hungaro significa “é claro”,em estoniano e finlandês o mesmo sigifica “traseiro”, hehehe

    https://dailymagyar.wordpress.com/2014/05/29/perse-persze/

    saudações brasileiras aqui na Estonia!

  • Valéria Cristina de Oliveira disse:

    Olá Filipe e Matias, tudo bem?
    Primeiro muito obrigada aos dois pelo Xadrez Verbal e o Fronteiras Invisíveis (peço inclusive que as meninas, aquelas que como eu não são tão ligadas em futebol e amam os que são – aqui tenho três amantes da querida Vila Belmiro: marido, filha e filho – ouçam Fronteiras, porque vão se surpreender. Depois preciso corrigir o Matias. Sou paranaense nascida e criada e ainda moradora no Estado, o qual como todos os demais de nosso país têm muitas diferenças regionais. Dito isso, nem todo paranaense sabe o que é vina, vulgo salsicha. Essa é a forma como os curitibanos e algumas cidades das regiões sul, sudeste e sudoeste do Paraná denominam salsicha, por causa, muito provavelmente, da colonização alemã, cujo termo wierner (Viena) dá origem a vina e wurst salsicha, então wiernerwurst (salsicha vienense) é uma iguaria apreciada na Áustria e na Alemanha (e aqui também). Eu sou nascida em Maringá, lugar bem diferente de tão quente. Por lá muitos adultos não acreditam em Papai Noel, República de Curitiba e Saci Pererê. Saudações e obrigada pelo excelente trabalho.

  • Alexis Petri Costa disse:

    Vocês comentaram que talvez a única justificativa pra retirada das tropas americanas da Siria seria seguir a retorica de “bring our boys home.” Mesmo assim, pelo que eu estava lendo, com a mesma caneta que retirou tropas da Siria, o Trump enviou tropas para a Arabia Saudita. Sabem se foi ao menos net positive?
    Abs

  • Cássio Dornas disse:

    Bom dia!!

    Queria agradecer a playlist do Filipe no Spotify sobre Brasil sem OCDE, ficou muito boa!!

    Mandar uma abraço para geográfia 2010 da UFV e também para turma geográfia 2012 da UFMG.

    Continuem com excelente programa e ouvinte desde 2016.

  • Maria Eduarda Martins De Araújo disse:

    Olá meus carros Matias e Filipe! Eu sou a Maria Eduarda Martins e esta mensagem está sendo escrita diretamente do Amapá! Moro em Macapá, tenho 20 anos e estou no 4° semestre de Direito na Universidade Federal do Amapá. Eu já sou ouvinte fiel do programa desde meados de 2018 mas nao tenho o costume de comentar em nenhuma plataforma. Esse comentário é um correio “elegante” (de imenso apreço e gratidão) sobre o trabalho que vocês desenvolvem por meio desse maravilhoso Xadrez Verbal. Eu agradeço imensamente por essa dose semanal de conhecimento. Eu me sinto maravilhada com o tanto que eu absorvo ao ouvir os episódios. Ser ouvinte do xadrez Verbal foi a melhor decisão que já tomei! E além de ter me tornado completamente apaixonada por política internacional e informações para quebrar o gelo com o crush, eu me viciei na podosfera. Tanto vício que decidi me aventurar do lado da produção também. Convenci a minha professora de Direito Civil II a criar um podcast com a turma. Eles toparam e assim nasceu o Juridicast Tucuju, inspirado no conteúdo e nessa linguagem acessível de vocês. A primeira temporada do Juridicast falará sobre temas relacionado do direito das obrigações (Tipos e consequência das obrigações, Juros, multas, atraso em pagamentos entre outros). O jeito fácil e acessível de transmissão de conhecimento que vocês fazem foi o que inspirou todo o conceito do Juridicast Tucuju: fugir do juridiquês e traduzir toda a linguagem rebuscada do direito para que qualquer pessoa possa compreender. Muito obrigada, de coração, por esse presente incrível que é ouvir o Xadrez Verbal. O tamanho do impacto criativo que vocês tem é formidável! E produto disso hj, convido vocês a darem uma olhada no primeiro episódio do Juridicast Tucuju. Estamos no YouTube, castbox e o Instagram. É só pesquisar por Juridicast Tucuju e aproveitar. Eu serei eternamente agradecida a vocês dois e toda a equipe de vocês por inspirarem um projeto que significa muito pra mim! Vida longa ao Xadrez Verbal!

    Ps: Pra quem ficou confuso ou achou exótico, o termo Tucuju é relativo ao Amapá. Tem o mesmo sentido de “carioca” para o RJ, por exemplo.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>