Xadrez Verbal

Xadrez Verbal #213 Bye Bye, Bibi?

OUÇA O PODCAST

Benjamin Netanyahu recebe a notícia de que será formalmente indiciado por suborno, corrupção e abuso de poder. Ao mesmo tempo, Benny Gantz não consegue formar um governo. O que vai acontecer em Israel?

Voltamos aos EUA, com um governo paralisado por causa do impeachment, que teve suas primeiras declarações bombásticas na semana que passou.

Finalmente, demos outro pião pela nossa quebrada latino-americana, especialmente na Bolívia, onde a crise política continua e o número de mortes, infelizmente, apenas cresce.

Posts Relacionados

14 comentários em “Xadrez Verbal #213 Bye Bye, Bibi?”

  • Tive a oportunidade de visitar a exposição sobre Vladimir Herzog na Paulista e vi as duas certidões de óbito: a emitida durante a ditadura e a retificada em 2010, se não me engano.
    Basicamente, a nova certidão dizia que o jornalista morreu em decorrência da tortura sofrida.

  • Bruno Godoes disse:

    A bandeira mais antiga em uso é a da Dinamarca (Dannebrog) diz a lenda que ela caiu do céu em 1219 durante uma batalha os estonianos pagãos.

  • Bruno Godoes disse:

    A bandeira mais antiga em uso é a da Dinamarca (Dannebrog) diz a lenda que ela caiu do céu em 1219 durante uma batalha contra os estonianos pagãos.

  • Sylvia Tamie disse:

    Sobre o aumento do combustível no Irã, no minuto 41:32: Se um aumento de 100% significa o dobro do preço, então um aumento de 300% significa quatro vezes mais. (Antes que vocês façam *aquele* comentário, eu também sou de humanas.)
    Desculpem pela chatice, eu só corrijo quem eu gosto. <3

  • Marcelo Arcanjo disse:

    Bom, verdade seja dita, os comentários, que outrora disse estar partidarizado quando se tratava de governo brasileiro, a meu ver melhoraram 1000%, está certo que muitos dos fatos internacionais em benefício do Brasil – como investimentos, não são abordados nos podcast, mas acredito que não tem como pelo tempo. Parabéns, eu sou um fã que não os tira do ouvido.

  • A bandeira mais antiga ainda em uso é a da Dinamarca. E, segundo lendas, não foi inventada, mas foi um avistamento do então rei, durante uma batalha, no céu vermelho cortado de nuvens brancas como uma cruz.

  • A bandeira mais antiga ainda em uso é a da Dinamarca. E, segundo lendas, não foi inventada, mas foi um avistamento do então rei, durante uma batalha, no céu vermelho cortado de nuvens brancas como uma cruz no desalinhamento que conhecemos.

  • Salve Filipe e Matias!

    Um grande abraço aos dois direto de Curitiba. Acompanho o programa de vocês religiosamente desde 2016 e fiquei muito feliz que ele se tornou disponível no Spotify esse ano. Até deletei o app Castbox que eu usava só para escutar o Xadrez Verbal hahaha.

    Na semana que vem eu estarei na COP 25 em Madri representando o Brasil e apresentando o meu vídeo “O que é agroecologia?” que foi campeão de uma das categorias do Global Youth Video Competition das Nações Unidas esse ano! Poderiam mandar um abraço para mim e para a minha parceira e co-produtora do filme, Kiane Assis? Nós estaremos lá dos dias 3 a 11 de dezembro trabalhando como repórteres pela UNFCCC e participando da premiação da competição no dia 5/12. Também quero aproveitar para agradecer o Matias que compartilhou o nosso vídeo no Twitter quando ele ainda estava em votação.

    E Filipe, não ligue para a zoação do Flamengo com o Palmeiras não. 2020 é do Porco!

    Muito obrigado e parabéns pelo excelente trabalho!

  • Vinícius Chaluca disse:

    Perguntar ao Alan Moore sobre o login do face dele tem risco de ele amaldiçoar a pessoa, que nem ele faz com as adaptações das obras dele

  • Marcos Vinicius disse:

    Estudei letras na federal do paraná e em uma das aulas de literatura trabalhamos com o livro “K – Relato de uma busca”, de Bernardo Kucinski. O livro é uma ficção baseada na procura do pai de Bernardo pela sua irmã e cunhado, ambos desaparecidos na ditadura militar e citados no artigo sugerido pelo grande Matias.

    Complementando a dica cultura do Matias, recomendo o (curto) livro do Kucinski. Vale a leitura e, como dito logo no início, “tudo nesse livro é ficção, mas quase tudo aconteceu”.

    E Filipe e Matias, por favor, manda um abração pra Maricá, o reduto comunista mais famoso do Rio de Janeiro.

  • Roger Henrique disse:

    Acho que cabe aqui, então, venho trazer a notícia de que a UEFA continua a brincar de combater o racismo e o extremismo no futebol: o CELTIC foi punido em 15 mil Euros pela instituição por “conduta inapropriada” contra o time de Roma, quase a mesma punição que aplicaram aos azuis, 20 mil Euros, por cânticos racistas, há um mês atrás, vale lembrar que no jogo contra o Milan em abril, alguns torcedores do time italiano exibiram uma bandeira com a frase “Honra a Benito Mussolini”.
    Só quero deixar aqui também meu protesto pelo atraso do Fronteiras Invisíveis do Futebol, o melhor podcast do universo.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>