Guilhotina | Le Monde Diplomatique Brasil

#110: A intervenção dos EUA na Venezuela chavista, com Tiago Santos Salgado

OUÇA O PODCAST

Neste episódio, Bianca Pyl e Luís Brasilino conversam com o historiador Tiago Santos Salgado, autor do livro “Democracy delivers: a intervenção dos EUA na Venezuela chavista” (https://bit.ly/39pSCbI), lançado em março pela editora Telha. A obra lança mão de documentos oficiais do governo norte-americano, vazados pelo Wikileaks, para investigar se houve ou não interferência de Washington na Venezuela entre 2004 e 2009, durante o governo de Hugo Chávez. Houve, claro. Tiago, contudo, consegue comprovar isso e desvendar seu funcionamento por meio de mensagens produzidas pelo próprio Departamento de Estado e suas embaixadas. Falamos sobre a importância de utilizar o Wikileaks como fonte primária, da conjuntura venezuelana – dos anos pré-Chávez ao mandato de Nicolás Maduro –, da participação norte-americana no golpe de 2002 e da mudança da atuação dos Estados Unidos em direção ao soft power: quais agências da Casa Branca foram mobilizadas? quais organizações/pessoas venezuelanas foram utilizadas? que tipo de treinamento era oferecido? como essas organizações atuavam? Discutimos ainda sobre as possibilidades dessa tática ter sido replicada em outros países e a urgência de um estudo similar sobre o caso brasileiro. Tiago é graduado em História pela Unesp, mestre e doutor em História pela PUC-SP e pesquisador do Centro de Estudos de História da América Latina. *Trilha: Bob Dylan, “The times they are a-changin”; e Manu Chao, “Mr. Bobby”.

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>