Medo e Delírio em Brasília

Medo e Delírio em Brasília #Bora

OUÇA O PODCAST

Dante Mantovani, presidente da Funarte apontado por Bolsonaro, disse que o rock leva à droga, que leva ao sexo, que leva ao aborto, e que a CIA, por meio de infiltrados soviéticos, distribuiu LSD para destruir a cultura ocidental. É, pois é. Meses depois, o secretário especial da cultura, Ricardo Alvim citou Goebbels em um pronunciamento com Wagner ao fundo, falando de “arte heróica” e “cultura doente”, ecoando a noção de “arte degradada” do nazismo. Aqui uma música cheia de arte degradada pros dois e pro Bolsonaro. “Bora: O rock ativa a droga // Que ativa o sexo // Que ativa a indústria do aborto // É feto morto // O aborto por sua vez alimenta o satanismo // O marxismo foi longe demais // Bora roquear, bora sexar // E, depois, bora abortar // Bora se drogar, bora sexar // E, depois, bora abortar // O funk ativa o brega // Que ativa o arrocha // que ativa o calipso e a guitarrada // Gente pelada // O calipso por sua vez alimenta o technobrega // Gente que esfrega // Suas genitais // Bora funkear, bora breguear // E, depois, bora arrochar // Bora se esfregar, bora se beijar // E, depois, carnavalizar!”

Posts Relacionados

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>