Fronteiras Invisíveis do Futebol #88 Líbia

منتخب ليبيا لكرة القدم

Voltamos ao continente africano, para visitar a Líbia… quer dizer a Tripolitânia, Cirenaica e a Fazânia. Essas regiões que existem historicamente e, após o domínio italiano, serão fundidas no que hoje é o Estado da Líbia.

Passamos por gregos, fenícios, romanos, a expansão do Islã, a conquista otomana, a colonização italiana, as batalhadas travadas por lá na Segunda Guerra Mundial, independência e, por fim, o regime e deposição de Khaddafi…

E claro que vamos tratar do futebol local e os seus laços com a Bota, ao norte do Mediterrâneo, além da coluna de Ubiratan Leal, o Livro, sobre a mais recente campanha do país na Copa Africana de Nações, durante a última Guerra Civil, sob o comando do treinador brasileiro Marcos Paquetá!

Posts Relacionados

Posts Relacionados

Fronteiras Invisíveis do Futebol #82 Ruanda

Amavubi

Voltamos ao continente africano para tratar da História da pequena Ruanda, país localizado em grandes altitudes no coração dos Grandes Lagos!

Infelizmente, a escolha se dá por um aniversário trágico, os vinte e cinco anos do fim do genocídio realizado durante 1994. Começamos pelas primeiras populações do território, especialmente os batwa, que residem ali até os dias de hoje. Também abordamos as duas hipóteses de diferenciação entre hutus e tutsis, os dois principais grupos étnicos do país. A formação dos reinos locais, a chegada dos alemães, o domínio belga e as políticas racistas que ajudam na construção do cenário atual são abordadas.

Por fim, falamos dos dois movimentos de independência, a ditadura, a guerra civil e da triste efeméride que vitimou centenas de milhares de pessoas. Tudo permeado pelo esporte ruandês e mais um capítulo do Ubiratan Leal, o Livro.

Posts Relacionados

Xadrez Verbal #182 Sudão

A trajetória do país, o que aconteceu e o que isso pode significar você vai ouvir nesta edição, ilustrada pela estudante de engenharia Alaa Salah, que se tornou um símbolo da resistência popular sudanesa.

Atravessamos o Mar Vermelho até chegar à Israel, onde Netanyahu venceu mais uma eleição e caminha para ser o premiê com mais tempo de cargo, além de um giro pelo Grande Oriente Médio.

Seguimos para Londres – desta vez sem Brexit (ufa!) – onde Julian Assange foi preso após o Equador suspender seu asilo, gerando uma troca de acusações dentro do país andino, junto de outras notícias latino-americanas.

Posts Relacionados

Fronteiras Invisíveis do Futebol #74 Camarões

Les Lions Indomptables 

Tentamos explicar um pouco da História desse país, que deveria ser a sede da Copa Africana de Nações em 2019. Deveria, mas não será, e você vai entender os motivos. Antes disso, vamos até as primeiras ocupações humanas no país e a origem do nome que, sim, tem ligação com o camarão.

Falamos do imperialismo alemão, da partilha do país entre franceses e britânicos, sua luta por independência e todos os presidentes do país desde 1960. Sim, todos! E, claro, tudo isso temperado pela trajetória futebolística do país africano, grande campeão das copas continentais e berço de grandes craques como Samuel Eto’o e o vovô Roger Milla.  

Posts Relacionados

Xadrez Verbal #171 Acabou a Mamata

Acabaram as férias! Estamos de volta! Saiu da jaula o monstro! Um programa com um mês de conteúdo e mais de 5h de duração, passando pelo mundo inteiro. São quatro Giros de Notícias, mais os três blocos principais, que serão temáticos.

Tem mudança de nome na Macedônia, crise interna em Israel, Netanyahu no Brasil, surra no Brexit, Japão, protesto na França, mortes misteriosas na Colômbia, shutdown nos EUA, Odebrechquistão no Peru, eleições no Congo, orçamento do México, terrorismo na África Oriental, hackers na Alemanha, golpe no Gabão, Kim na China, protestos no Sudão, posse de Bolsonaro e Maduro etc.

Além disso tudo, uma Quinzena na História, a professora Vivian Almeida fazendo uma prévia do Fórum Econômico Mundial, os Peões das últimas semanas, dicas culturais e muito mais!

Posts Relacionados

Xadrez Verbal #155 NAFTA

Matias Pinto e Filipe Figueiredo giram pela África, falando dos genocídios na Namíbia, a relação com o governo alemão, o tour de Theresa May pelo continente, sua (falta de) habilidade na dança, a reforma agrária na África do Sul e eleições no Congo.

De lá voltamos para a Europa, comentando diversas notícias do velho continente, desde a Espanha até a Rússia, passando pela batalha naval entre pescadores no Canal da Mancha

Cruzamos o Atlântico e chagamos na América do Norte, comentando a renegociação do NAFTA. EUA e México já tem um acordo, mas e o Canadá? Quais os interesses envolvidos?

Posts Relacionados

Fronteiras Invisíveis do Futebol #63 Uganda

The Cranes

Voltamos ao coração da África, às margens dos grandes lagos, para apresentar a história de Uganda, país que celebrou 55 anos de independência no último mês de outubro! Por conta do solo fértil, a região sempre esteve em disputa e a partir da chegada dos bantus, na virada da era comum, foi dividida em cinco reinos, entre eles o Buganda.

Durante a ocupação britânica, missionários anglicanos introduziram o futebol entre os nativos e as diferentes etnias passaram a disputar torneios entre si, enquanto que a seleção do protetorado realizou a primeira competição africana, contra os vizinhos quenianos.

Apesar da modalidade ser tradicional no país, o melhor resultado dos “grous-coroados” foi a vice-colocação na Copa Africana de Nações, em 1978, durante o declínio do regime de Idi Amin Dada!

Posts Relacionados

Xadrez Verbal #151 Imran Khan

Depois de um breve recesso, Matias Pinto e Filipe Figueiredo retornam com um programa maior do que o costume. Quatro blocos de discussão, três giros de notícias e uma quinzena na História, um programa que realmente vale por dois!

Passamos pelas eleições paquistanesas, onde o ídolo do críquete Imran Khan foi eleito o Primeiro-ministro do país, na segunda vez em que o Paquistão passou por uma transição democrática em toda sua História.

Fomos até os EUA, com notícias de sua política interna e de sua política externa, em relação ao Irã, a Coreia do Norte e outros temas. Giramos pela África, com as visitas dos líderes da China e da Índia, notícias do Mali até Uganda e, claro, a eleição no Zimbábue. Voltamos pra América Latina e para as notícias brasileiras, incluindo a mais recente cúpula dos BRICS, para fechar esta edição, com apoio da editora Contexto!

Posts Relacionados

Xadrez Verbal #149 Paz no Chifre da África

Filipe Nobre Figueiredo começa dando um giro pela Ásia, destacando a nova fase de conversas entre Coreia do Norte e EUA.

Já na companhia de Matias Pinto, nossa dupla por trás do tabuleiro mostra a queda de braço entre Donald Trump e os demais aliados da OTAN, além dos ruídos provocados por uma entrevista do presidente estadunidense a um tabloide britânico, em sua visita ao Reino Unido.

Da Europa partimos para a África, mais precisamente no Nordeste, onde traçamos um breve histórico do conflito entre Eritreia e Etiópia, que chegou ao seu final após 20 anos!

Posts Relacionados

Fronteiras Invisíveis do Futebol #56 – 13 de Maio

Repassamos as origens, particularidades e desdobramentos da escravidão negra no território que hoje é o Brasil. Para tal, Matias Pinto e Filipe Figueiredo receberam Luciano Jorge de Jesus, professor de educação física da rede estadual de Minas Gerais, e Davi “Agathocles” Correia, professor de sociologia da rede estadual de São Paulo.

Também tratamos do racismo no esporte e como o futebol colaborou para combater, ou para manter, o pensamento racista. Fechamos com a lenta inserção política do negro no Brasil republicano, a atual demografia brasileira e tentamos desmistifcar algumas comparações que são feitas atualmente.

Posts Relacionados

Fronteiras Invisíveis do Futebol #50 Egito Pt.2

ديربي القاهرة‎

Para finalizar nossa visita ao país do nordeste africano, tratamos dos últimos 500 anos de História, da formação do Eyalet até a Revolta da Praça Tahir, no contexto da Primavera Árabe.

Também observamos como o Egito resistiu ao neo-colonialismo europeu e serviu de palco de batalhas nas Guerras Napoleônicas e na Segunda Guerra Mundial, além de ser epicentro do pan-arabismo durante a Guerra Fria.

Já em relação ao futebol, o principal clássico da capital, entre Al-Ahly e Zamalek, simbolizava a luta política entre nacionalistas e estrangeiros, mas atualmente os torcedores rivais se uniram para combater os seguidos regimes militares.

Posts Relacionados